Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Brasil é o segundo em produção de lixo eletrônico nas Américas

País gerou 1,4 milhão de toneladas de resíduos, mostra estudo da GSMA. Região é responsável por 3,9 milhões de toneladas de lixo eletrônico. O relatório Global E-waste Monitor 2017, divulgado no final do ano passado, mostra que o Brasil é o segundo maior produtor de lixo eletrônico das Américas, ficando atrás somente dos EUA. O e-Lixo, como também é chamado, é composto por tecnologias que usamos e casa e no trabalho, como celulares, computadores, impressoras, telefone e outros. Pensando nisso, a iniciativa de descarte inteligente de e-Lixo da empresa Microcity, especializada em terceirização de hardwares de TI, como computadores e notebooks, para empresas de todos os tamanhos, e que em 2015 ultrapassou a marca de 4 toneladas de lixo eletrônico corporativo (mouses, cabos, máquinas, etc.). O programa, oferecido gratuitamente e viabilizado pela parceria com companhias especializadas e certificadas com o ISO 14001, em tratamento de resíduos tecnológicos, atende todo o território brasileiro…

Últimas postagens

Bioeconomia: uma tendência global?

Ontem e Hoje - Extremos no clima

Meio ambiente: 2017 tumultuado e 2018 de renovação

Conselho define regras para uso das águas

Toneladas de lixo eletrônico

Belo Sun: muitos riscos, poucas respostas

Os impactos da ‘Black Friday’ sobre nosso planeta

Acordos climáticos atuais não vão frear o aquecimento

Poluição mata quinze vezes mais que todas as guerras do mundo

Mais de 80% da população brasileira habita 0,63% do território